Sara Mendes Vicente
Atriz/ Animadora

Sara Mendes Vicente (Lisboa, Portugal – 1990). Licenciada em Gestão de Informação no Instituto Superior de Estatística e Gestão de Informação da NOVA SB&E e com o Curso de Representação e Interpretação da Instituição Cultural In Impetus (leccionada por Àvila Costa, Mestre Eugénio Roque, Rita Calçada Bastos, Mário Bomba, entre outros). Iniciou a sua carreira artística em 2005 em curtas-metragens de alunos da Lusófona, com quem participa em projetos até hoje; e em dobragens – tanto de animação como de imagem real – para produtoras como Pim Pam Pum, Dialectus e MDL/SP Televisão, onde trabalhou até 2013. Em 2009/2010 participou como atriz na telenovela “Lua Vermelha” para o canal SIC (SP Televisão) e em 2013 no filme institucional de recriação do Terramoto de Lisboa para o Lisboa Story Center, uma iniciativa europeia de renovação das capitais europeias. Em 2014 fez parte de um grupo de teatro de improviso em Londres. Em 2015 integrou o Workshop Lee Strasberg Techniques lecionado por Marcia Haufrecht e fez assistência de encenação à encenadora norueguesa Juni Dahr no espetáculo “Instruções para Voar” - de Lídia Jorge – bem como produção na digressão do mesmo espetáculo. Simultaneamente, incorporou dois projetos de cinema, “Portugal não está à venda” de André Badalo e “Onde estás?” da produtora Master Dreams. Em 2016 integrou o elenco da ACTA – A Companhia de Teatro do Algarve estreando-se no espetáculo “Catarina” - texto de Jacinto Lucas Pires e encenação de Luís Vicente – “Dá-me um Abraço” - um espetáculo infantil e de marionetas, com texto de Ana Guerreiro e encenação de Jeannine Trévidic, atualmente em digressão – e “Liberdades” integrando a equipa do VATe – Serviço Educativo da ACTA. No âmbito do Festival 24h Figuras estreou-se como autora e encenadora, além de marionetista, com o espetáculo “Monólogos de Maria Pólvora” - um espetáculo de marionetas criadas pela artista plástica Patrícia Chambino.