Os Três Cabelos de Oiro do Diabo
7ª Produção
Estreia: 31/03/2009

Carreira: Alcoutim, Tavira, Lagos, Faro, Castro Marim, Lagoa, Loulé, Albufeira, Aljezur, Vila do Bispo, Monchique, Olhão, Portimão, Vila Real de Sto. António, Silves, São Brás de Alportel

Começa com o Diabo, um dos mais velhos contadores de histórias, que apresenta ao público o personagem principal: João Parvo.

Depois de mais uma reprimenda, a mãe do João Parvo manda-o apanhar lenha; ele novamente se distrai e encontra um peixe mágico, que oferece os seus serviços em troca de o ter salvo de morte certa. Não tendo cumprido o que a mãe lhe dissera, João faz o 1º pedido ao peixe e já sem tempo volta para casa a galope num molho de lenha, coisa nunca antes vista, parecendo mais um truque de magia e provocando a gargalhada geral, inclusive do Rei e da sua filha, que não ria desde que nascera.

O rei tem que cumprir o que em tempos havia prometido: ”Quem fizer rir a princesa será meu genro nesse mesmo dia”.
Mas João tinha ainda de passar mais uma prova: trazer os três cabelos de oiro do diabo. Só assim casaria com a princesa. E assim foi, João partiu…
Fez a sua viagem até ao rio que o levaria ao Inferno. Depois de uma viagem atribulada, João regressa com os três cabelos de oiro do diabo e mais ainda, com uma grande riqueza. Mas tudo isto, com a ajuda do peixinho mágico!
Quando chega ao palácio é recebido de braços abertos por toda a corte e o casamento com a princesa realiza-se finalmente!

Classificação Etária: Maiores de 6 anos
 

Ficha Artística, Técnica e de Produção

Concepção/Encenação: Jorge Soares
Actores/Manipuladores: Jorge Soares e Carla Dias
Criação de bonecos: Carla Dias
Técnica de Luz e Som: Luísa Silva
Assistentes de Produção: António Marques e Luísa Silva
Direcção de Produção: Luís Vicente